CNH social. Como funciona?

Você sabia que é possível tirar carteira de motorista sem pagar nada? A CNH social é uma iniciativa do governo para ajudar pessoas a tirar a carteira de motorista. Se ficou interessado acompanhe, quem sabe você não se encaixa no perfil e pode tirar sua carteira sem precisar pagar uma fortuna.

Saber dirigir é muito fácil, muitas pessoas já sabem dirigir, mas não tem condição de pagar para tirar a carta, por isso os indivíduos de baixa renda recebem ajuda do governo. Esse é um programa popular bem interessante, mas não é muito simples conseguir, com a CNH Social é possível tirar a primeira habilitação e também fazer a renovação de CNH, adição de categoria e mudança de categoria.

Para participar desse programa é necessário entrar no site do DETRAN do seu Estado e ver se existe abertura do processo seletivo da CNH Social, você precisa estar atento ao período de inscrições para não perder a oportunidade. Assim que acaba a inscrição, quem se inscreveu passa por uma seleção, existem alguns critérios de desempate, tudo vai depender da sua necessidade.

Para saber informações de quando abre as inscrições e como proceder para conseguir a  CNH social é só entrar no site do DETRAN do seu estado, não são todos os estados que oferecem esse benefício e a época de inscrição não é a mesma, por isso você precisa ficar atento. Se você precisa da carteira de motorista para trabalhar e não tem condição de tirar sua CNH não deixe de perder essa oportunidade.


Os requisitos para participar


Para conseguir o benefício da CNH social é necessário preencher alguns requisitos como, possuir CPF, carteira de trabalho, saber ler e escrever, ter carteira de identidade ou outros documento similar. Essa é uma oportunidade para as pessoas que estão desempregadas e querem trabalhar como motoristas, por isso na seleção eles priorizam essas pessoas.

O indivíduo que quer se inscrever ainda precisa: ter uma renda familiar bruta de até 2 salários mínimos, estar desempregado há mais de um ano, ser beneficiário do bolsa família, alunos matriculados na rede pública com bom desempenho escolar. Os empregados que recebem até dois salários mínimos e que possuam renda familiar de até 2 salários mínimos também podem se candidatar, assim como quem trabalha como agricultor rural que recebe receita bruta familiar de até dois salários mínimos.


Related Posts
Previous
« Prev Post