A diferença entre mal e mau: como decorar?

Falar o português corretamente nos dias atuais não é algo raro ou que apenas pouquíssimas pessoas tem essa oportunidade. Na verdade, com o advento da internet, não há mais desculpas para aprender a língua corretamente, seja para escrever, falar ou até mesmo ensinar outras pessoas.
Um dos erros mais comumente cometidos é a confusão entre mau e mal, que pode causar discordância em várias frases, problemas de entendimento e tantos outros. Por isso, hoje você vai aprender de uma vez por todas como utilizar corretamente essas duas palavras tão usadas diariamente na língua portuguesa.
Primeiramente, o mal com a letra “l”, é usado quando falamos do contrário de bem. Conhecido como um advérbio, geralmente vem em conjunto com um verbo. Ele é usado mais em casos para descrever doenças e algo que é perigoso, nocivo.


Já o mau com a letra “u” no final é utilizado para descrever o contrário de bom. Sinalizando aquilo que não é perfeito e em alguns casos ruim, dá característica para algo ou alguém.
Para que você sempre se lembre em casos necessários, procure trocar a palavra da frase que irá ter mal ou mal, por bom ou por bem. Desse modo, você tira sua dúvida, aprende e não vai errar nunca mais.
Ou regra muito utilizada e ensinada em colégios é o famoso bemele ou bomu. Onde bom termina com u, sendo usada a letra final no mau. Assim como bemele, onde seu contrário é mal com a letra L.
São pequenas regrinhas que parecem bobas, porém quando utilizadas diariamente, você vai decorando tudo que é necessário para não errar mais na língua portuguesa.
Tire sempre suas dúvidas sobre a gramática ou escrita portuguesa, somente assim você poderá implementar cada vez mais seu conhecimento e a maneira como escreve. Acompanhe nosso blog para receber informações completas.

Related Posts
Latest