Como aprender amar a Deus?

Ultimamente, tenho pensado na minha necessidade de amar a Deus. Amar mesmo Deus. Em muitos aspectos, eu posso ver onde as coisas e outras pessoas (e muitas vezes, eu mesmo!) vem perante Deus e meu amor por ele. Acredito que amo Deus ... mas muitas vezes esse amor é tão fraco. É um amor muito condicional – baseado no meu humor, na minha agenda, nas minhas circunstâncias, etc.

Os dois versículos que me vêm à cabeça são estes: –

"E Jesus lhe respondeu: o primeiro de todos os mandamentos é: Ouve Israel; O Senhor teu Deus é um só Senhor; e Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de toda a tua força; este é o primeiro e grande mandamento."Mark 12: 29-30

Este é o primeiro e grande mandamento. Devemos amar a Deus com todo o nosso coração, com tudo em nós, com tudo o que temos!

Ultimamente tenho perguntado... como??? Como é que eu aprendo a amar Deus? Como é que o amo antes de mais? Como é que o amo mais do que as pessoas da minha vida quando nem sequer o consigo ver? Como, como, como?

Estou tão grato pela Palavra de Deus. Está ali em branco e branco quando damos tempo para procurar. Aqui está como você e eu podemos cultivar um maior amor por Deus, e aprender a amá-lo com todo o nosso coração."Não terás outros deuses diante de mim."Êxodo 20: 3

Quando a maioria de nós ouve o comando acima, muitas vezes pensamos nos "deuses" em outras religiões. Sim, aplicam-se a este comando, mas outras coisas e outras pessoas também podem cair sob este comando. Podemos não pensar no nosso melhor amigo ou smartphone como um Deus, mas quando eles significam mais para nós do que o próprio Deus, isso é exatamente o que eles se tornaram.



Sempre que alguma coisa ou alguém se intromete consistentemente entre nós e o nosso tempo com Deus, nós fazemos deles um Deus. Se é mídia social, amigos, um relacionamento, atividades da Igreja, ministérios, trabalho, hobbies, comida, um horário ocupado, etc. Todas essas coisas e mais podem ser deuses na nossa vida. Na maioria das vezes, estamos servindo a esses deuses em vez do único Deus verdadeiro que merece a nossa primeira prioridade, o nosso primeiro amor.

Gosto de pensar no centro dos nossos corações como um trono. Deus é aquele que deve estar lá, governando e reinando. Tudo o resto deve encaixar-se à sua volta, mas ele quer e merece o centro. No entanto, o mundo e nossa própria carne estão constantemente lutando para coroar algo ou outra pessoa como Deus em nosso coração. Há distrações constantes, e atividades intermináveis que ameaçam tirar Deus de seu lugar de direito em nossos corações. Tantas vezes permitimos passivamente que outra coisa tomasse o centro, aquele trono.

Tu e eu temos de fazer a escolha de deixar que Deus seja o único Deus no nosso coração. É uma escolha que temos de fazer. Nada deve ser permitido antes dele. Devemos guardar nossos corações, e fazer a escolha de deixá-lo governar Supremo em nossas vidas.

Related Posts
Latest